Menu

The Life of Milne 769

cementshade9's blog

Campanhas Nas Mídias sociais

Vigo Vídeo Em um momento anterior Hypstar


Uma busca rápida no Instagram por hashtags -- tópicos marcados em fotos -- que fazem uso a sentença "follow" (seguir, em inglês) fornece uma ideia do desespero de milhões de usuários em pesquisa de fama pela rede social. São 138 milhões de resultados para o termo (em inglês) "me segue", e também 1,2 milhão pra sigla SDV (sigo de volta) e 382 mil pra "troco likes".


Os centro prediletos dos caçadores de "likes e follows" são as celebridades. É Demissões Em Alta: Quatro Sugestões Como Usar A Internet Pra Procurar Emprego os comentários das fotos postadas pedidos de "me segue" ou "SDV" - por esse último caso, o apelo é para outros usuários que também procuram popularidade. Alguns são tão insistentes que realizam até acrósticos utilizando o espaço dos comentários: postam letra por letra o pedido pra serem seguidos e curtidos. Além de irritante, a prática acaba auxiliando a disseminar spams e fornece lucro a aplicativos que asseguram "bombar" curtidas e seguidores.


E o pior: esses programas geralmente não cumprem o que prometem. Noiva Do Ex-BBB Lucas Revela Qual Será O Futuro Do Casal "funcionam", obrigam a acompanhar muito mais usuários do que aqueles conseguidos de volta. Você acaba seguindo perfis sem assunto envolvente -- repletos de selfies, corpos seminus e até já com apologia à anorexia. Com tanta demanda, estes aplicativos quase a toda a hora estão entre os mais baixados nas lojas da Apple e Android.


Teu exercício, mas, não é permitido nem sequer recomendado pelo Instagram. No fim de contas, o usuário poderá acabar bloqueado ao adotar estes aplicativos. Baixamos 3 aplicativos para pesquisar se a expectativa de fama rápida seria cumprida: o InstaLikes (para aumentar as curtidas nas fotos), além do InstaFollow e o WowFollowers (para aumentar o número de seguidores). Um perfil foi desenvolvido especificamente pro "teste". Em geral, estes aplicativos têm a mesma execução de funcionamento: você necessita ganhar "moedas" cumprindo novas tarefas e depois pode trocá-las por curtidas ou seguidores. Ao instalar os programas, você neste instante ganha (poucas) moedas. Bem como é possível adquiri-las baixando aplicativos sugeridos, publicando anúncios deles no respectivo perfil (e virando um spammer) ou gastando dinheiro (de verdade) pra comprá-las.


60) pra dez 1 mil. É aqui que você se indaga: alguém vai gastar dinheiro com isto? Sim, é extremamente viável que os usuários do aplicativo paguem estes valores. A lógica é parelho à do "Candy Crush", o joguinho social viciante. Você quer tanto passar uma fase que apela pra compra dessa oportunidade.


Isso em razão de, nos aplicativos testados, você gasta longo tempo curtindo imagens ou seguindo uma pessoa para receber moedas de graça. Uma curtida (ou seguida) equivale a uma moeda. Ao pagar, você pula toda essa chatice. 10 Planilhas Excel Pra Download Grátis Que Vão Favorecer (muito!) Na Gestão De Seu Negócio ? Gaste vinte moedas. Prefere trinta seguidores? Saiba Como Usar A Web A favor Da Tua Empresa - PEGN jeito são oitenta moedas. Sim, a matemática não bate.



  1. Não compre listas de outras organizações

  2. Chegue mais cedo, mas não entre

  3. O desenvolvimento de habilidades pessoais

  4. Artigos densos atraem superior quantidade de hiperlinks que cada outro tipo de assunto

  5. cinco E-mail marketing

  6. Fotos de antes e depois

  7. 16 - dezoito Novembro de 2005 Segunda Fase da CMSI em Tunis




  8. Você deve curtir muito mais e terá muito menos retorno. Também, em nosso teste (no qual só usamos os "bônus" gratuitos), o volume prometido no InstaLike e InstaFollow não foi cumprido. Ao invés trinta seguidores, "ganhamos" apenas 19. No dia seguinte, o número caiu para 14. No caso das curtidas, somente metade (cinco) apresentaram-se na foto.


    No WowFollowers, gastamos oitenta moedas em irão: nenhum seguidor a mais apareceu. Não, não podes: você é punido com a perda de duas moedas a cada perfil que deixar de seguir nos dias seguintes. Passada a decepção de gastar nossas moedas conseguidas a tanto custo (foram centenas de toques pela tela) - vem a constatação de que esse sistema é ainda pior do que pensávamos. O feed do Instagram vira um "Frankenstein", com uma miscelânea de fotos que não refletem seus interesses. Em nosso caso, em meio aos cliques frenéticos no botão 'Follow', começamos a acompanhar uma usuária que postava imagens exaltando a própria anorexia.


Go Back

Comment

Blog Search

Comments

There are currently no blog comments.